Quem sou eu

Igrapiúna, Bahia, Brazil
A Escola Municipal Rural de Igrapiúna foi fundada no ano de 1954, no período o Presidente do Brasil era Getúlio Dorneles Vargas, o governador da Bahia era Luís Régis Pacheco Pereira, sendo que este, segundo relatos orais, esteve presente na inauguração da escola. Na época Igrapiúna era distrito do município de Camamu. O Nome Escola Rural, nos dias atuais, pode parecer estranho, pois a escola se encontra na zona urbana do município, mas 1954 o local fazia parte da zona rural desta cidade.

Areas da escola

Areas da escola

sábado, 19 de março de 2011

Plano de Ação- Revitalização do Conselho Escolar

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA / FACULDADE DE EDUCAÇÃO
PROGRAMA NACIONAL ESCOLA DE GESTORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA
ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO ESCOLAR
Cursista: Sandra Ferreira Mendes Seixas Pólo: 04
Escola: Municipal rural de Igrapiúna Município da Escola: Igrapiúna
Rede: Pública
Data: 20/12/2010


Plano de Ação – Revitalização Conselho Escolar

1. Objetivo
Mobilizar e sensibilizar a comunidade escolar e representante todos os seguimentos da sociedade para participarem da revitalização do Conselho Escolar Municipal Rural de Igrapiúna.

2. Justificativa
Contribuir para uma gestão democrática é proporcionar o exercício de cidadania, da democracia, da autonomia é contar com a comunidade escolar e representante de todos os seguimentos da sociedade nas decisões, financeiras, pedagógica, e administrativas da escola. Segundo Carlos Alberto Torres “A democracia só pode ser pregada em termos de um senso de solidariedade que une os indivíduos em torno de metas comuns”.
A escola tem a necessidade da existência de espaços de participação, para que os diversos segmentos possam exercer a prática democrática. Dentre esses espaços o Conselho escolar se destaca, pois sua participação está ligada, principalmente, á essência do trabalho escolar.
Desta forma percebe-se que toda escola necessita ter um Conselho atuante, visto que ele tem a finalidade de contribuir para uma gestão democrática e participativa, alem de ser um órgão consultivo, deliberativo e de mobilização para o espaço escolar, sua tarefa mais importante é acompanhar o desenvolvimento da pratica educativa e nela o processo ensino-aprendizagem.
A partir de estudos sobre o Conselho Escolar percebemos que quando uma instituição de ensino possui um Conselho forte e atuante e que é formado por membros comprometidos e que compreenda a importância das suas atribuições, a escola cominha cada vez melhor, além de encontrar coletivamente soluções para os problemas encontrados na mesma.
Sendo assim, este Plano de Revitalização do Conselho Escolar, visa à necessidade de garantir a participação dos membros que fazem parte do Conselho escolar Municipal Rural de Igrapiúna que atualmente não esta funcionando como deve ser um Conselho Escolar. Segundo Francesc Imbernón O desafio da nova educação e da introdução das cidadanias é como estabelecer processos de revisão e de mudança no interior das instituições de ensino.

3. Ações e cronograma
Ações planejadas
Ação Responsável (is) Recursos Prazo/Período
Fazer anuncio na voz da cidade convocando as famílias e a comunidade local para participar como membro do Conselho Escolar.
Equipe gestora
Humanos e financeiro,
Fevereiro/2011
Mobilização com faixas e cartazes na cidade e na escola sobre a importância de participarem como membro do Conselho escolar.
Equipe gestora
Recursos humanos, financeiro, cola, papel, tinta entre outros.
Março/2011
Convocação de todos os segmentos para comparecerem a reunião de revitalização do C. E.
Equipe gestora
Recursos humanos, papel, tinta, computador, impressora.
Abril / 2011

Sensibilizar e mobilizar os professores e funcionário de apoio para fazer parte da revitalização do Conselho.
Equipe gestora
Recursos humanos, papel, tinta, computador, impressora e textos Maio/2011
Apresentar o projeto Político Pedagógico e o Regimento Interno para toda a comunidade escolar, pais e toda sociedade. Gestor, coordenador e professor Recursos humanos, papel, tinta, computador, impressora, data show Junho/2011
Capacitação para os conselheiros Equipe gestora e secretaria de educação
Recursos humanos e financeiros, Julho/agosto de 2011
Elaboração do Regimento Interno do Conselho Escolar Equipe gestora, secretaria de educação e todos os conselheiros.
Recursos humanos, papel, tinta, computador, impressora e textos Agosto/2011


Diante das ações traçadas espera-se haja um melhor entendimento sobre o que é um Conselho Escolar e que os membros compreendam que sua participação é indispensável para que tenhamos uma gestão democrática e desta forma assegurar a qualidade de ensino na Escola Municipal Rural de igrapiúna.

Referências

-------. Educação e Cidadania. Revista Pedagógica Pátio. Ano IX nº36. Novembro/2005/janeiro 2006

-------. Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares. Caderno11. Brasília, 2008.

WITTMAN, Carlos Lauro; KLIPPEL, Sandra Regina. A prática da gestão democrática no ambiente escolar. Curitiba: Ibpex, 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário